USP-Cambridge IPM 2013

Projeto de pesquisa: Perspectivas transculturais no desenvolvimento criativo de coros e regentes corais                   

Coordenadores:

Professor John Rink, diretor do Centro AHRC de Pesquisa da Performance Musical como Prática Criativa e Professor de Estudos de Performance Musical, Universidade de Cambridge.

Professor Marco Antonio da Silva Ramos, coordenador do Comunicantus: laboratório coral e Professor de Regência Coral, Universidade de São Paulo.

Participantes:

Dr. Geoffrey Webber, diretor do programa de Mestrado em Música da Universidade de Cambridge e Diretor musical do Caius and Gonville College.

Dr. Susana Cecilia Igayara, líder do Grupo de Estudos e Pesquisas Multidisciplinares nas Artes do Canto e Professora de Repertório Coral, Universidade de São Paulo.

Sumário

Contatos iniciais entre colegas da Universidade de Cambridge e da Universidade de São Paulo revelaram tanto semelhanças dignas de notas como interessantes diferenças de perspectivas e de abordagem no desenvolvimento criativo de coros e regentes corais. Embora a música coral tenham prosperado nos dois países no passado recente, os músicos continuaram fortemente desconhecedores sobre a cultura coral uns dos outros, em função das distâncias geográfica e cultural que separam Brasil e Reino Unido. Nosso projeto de estímulo criará oportunidades sem precedentes para a interação, com vistas a uma colaboração futura em uma rede internacional de pesquisa mais compreensiva. As iniciativas que estão sendo desenvolvidas nos dois países para aprofundar a teoria e a prática do canto coral serão investigadas lado a lado; esta comparação revelará o que cada tradição pode aprender com a outra e também como funciona a criatividade de grupo em contextos corais. Cambridge e USP são centros de primeira importância na música coral e estão situadas idealmente para liderar este projeto de capacitação.

Objetivos

1.Análises comparativas de práticas corais nos respectivos contextos culturais;

2. Definição de novas metodologias e processos que tragam benefício e interesse para acadêmicos e músicos práticos;

3. Novo entendimento do desenvolvimento criativo dos indivíduos em conjuntos vocais e de como funciona a “criatividade de grupo” em tais contextos;

4. Avaliação da capacidade de extensão de valores musicais, técnicas e abordagens comuns na sustentação do trabalho de culturas corais distintas, caracterizadas por ideais diferentes de timbre e tradições de performance contrastantes na igreja e na sala de concerto;

5. Colaboração próxima entre professores e alunos em Cambridge e na USP, principalmente para resultados conjuntos e candidaturas em parceria para outros financiamentos.

Research project: Cross-cultural perspectives on the creative development of choirs and choral conductors

Coordinators:

Professor John Rink, director of the AHRC Research Centre for Musical Performance as Creative Practice and Professor of Musical Performance Studies, University of Cambridge.

Professor Marco Antonio da Silva Ramos, coordinator of the Comunicantus: choral laboratory and Professor of Choral Conducting, University of São Paulo.

Participants:

Dr. Geoffrey Webber, diretor of the MMus degree at the University of Cambridge and Precentor at Caius and Gonville College.                                

Dr. Susana Cecilia Igayara, leader of the Multidisciplinary Group of Studies and Research on the Art of Singing and Lecturer on Choral Repertoire, University of São Paulo.

Summary

Initial contact between colleagues at the Universities of Cambridge and São Paulo has revealed both remarkable similarities and interesting differences of outlook and approach to the creative development of choirs and choral conductors. Although choral music has thrived in both countries during the recent past, practitioners have remained largely ignorant about each other’s choral cultures because of the geographic and cultural distance separating Brazil and Britain. Our pump-priming project will create unprecedented opportunities for interaction, with a view to further collaboration in a more comprehensive international research network. The initiatives being developed in both countries to enhance the theory and practice of choral singing will be investigated side by side; this comparison will reveal what each tradition can learn from the other and also how group creativity functions in choral contexts. Cambridge and USP are leading centres in choral music and are ideally placed to spearhead this capacity-building project.                                                                                                                  

Objectives

1. Comparative analyses of choral practices in respective cultural contexts;

2. Definition of new methodologies and processes of benefit and interest to scholars and practitioners;

3. New understanding of the creative development of individuals in vocal ensembles and how ‘group creativity’ functions in such contexts;

4. Assessment of the extent to which common musical values, techniques and approaches underlie the work of distinct choral cultures, characterised by differing ideals of timbre and contrasted performance traditions in church and concert hall;                                                                  

5. Close collaboration between staff and students at Cambridge and USP, leading to joint outputs and applications for partnership grants.